Profº MsC. MÁRCIO BALBINO CAVALCANTE. Geógrafo - UEPB; Mestre em Geografia - UFRN e Especialista em Ciências Ambientais - FIP. - Cidade: João Pessoa, Paraiba - Brasil E-mail: marcio-balbino@hotmail.com SEJA BEM VINDO !!!
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008
Parque Estadual da Pedra da Boca: ecoturismo e imaginário¹

Por Márcio Balbino Cavalcante

 

Ver a imagem no tamanho original.Ver a imagem no tamanho original.Ver a imagem no tamanho original.

 

 

 

 

 

 

 

               

               O Estado da Paraíba conta com uma grande diversidade paisagística e com imensas e variadas riquezas de ordem natural, histórico-cultural e social. Com a finalidade de proteger tais atributos foram criadas vinte e quatro Unidades de Conservação, distribuídas em unidades geoambientais diferenciadas, a maioria predomina-se na mesorregião do litoral paraibano. Estas unidades são divididas em três jurisdições, sendo onze federais, doze estaduais e uma municipal.

A quantidade total de áreas protegidas na Paraíba não atinge sequer 1% da área total do estado. As dificuldades encontradas na implementação dessas áreas versam sobre os moradores que habitam as imediações dos parques e reservas, e a difícil acessibilidade uma vez que se encontram distribuídas em unidades geoambientais diferenciadas e sob condições precárias de preservação do ambiente natural.
O Parque Estadual da Pedra da Boca – PEPB é uma destas áreas de proteção ambiental que mais atrai turistas para o nosso estado. Criado pelo Decreto Governamental Nº 20.889 de 07 de fevereiro de 2000, o PEPB está localizado na porção norte do município de Araruna – PB, situa-se em zona fisiográfica de caatinga no Planalto da Borborema. Sua área de 157,3 hectares está inserida no bioma Caatinga, onde as configurações geológica-geomorfólogicas são ímpares e atrativas para os estudiosos, turistas e visitantes amantes da natureza e dos esportes radicais.
O Parque Estadual da Pedra da Boca possui um conjunto rochoso de grande beleza cênica, de composição granítica porfirídica, com vestígios de gnasses e quartzitos, que possuem faces arredondadas e extensas caneluras que vão do cume ao chão, inserido nos contrafortes da Serra da Confusão.
A denominação Pedra da Boca advém da existência de uma imensa formação rochosa de aproximadamente 336 metros de altura, a qual apresenta uma enorme cavidade provocada pelos agentes endógenos e exógenos, cuja configuração é semelhante a uma boca aberta.
Nas proximidades da Pedra da Boca localizam-se também outras feições geológicas, como a Pedra da Caveira, que recebe este nome por ter um perfil semelhante ao de um crânio humano. Outra atração no PEPB é a Pedra da Santa (Pedra do Letreiro) onde é realizado o turismo religioso, onde todo dia 13 de cada mês recebe fiéis para a tradicional missa ao ar livre, reunindo romeiros, devotos e visitantes de toda a região e de outros Estados.
A criação do Parque Estadual da Pedra da Boca é de fundamental importância para a preservação do ambiente e a conscientização tanto por parte dos turistas, como da população local, para que o turismo possa ser desenvolvido de forma a não agredir a natureza, investindo numa política ambiental pautadas na ótica do desenvolvimento sustentável, na educação ambiental e sustentabilidade do lugar.
            Na realidade, ainda existe uma grande carência na infra-estrutura adequada para receber os turistas e visitantes, num plano de visitação efetivo que respeite o meio ambiente do Parque Estadual da Pedra da Boca, como número de fiscais e vigias insuficientes, ausência de materiais educativos e entre o grande número de turistas e visitantes, há alguns que não têm consciência de que no ecoturismo a educação ambiental é fundamental para o seu progresso e acabam causando impactos ambientais, como a poluição sonora, afetando os animais e as pessoas; acúmulo lixo; sem falar das pessoas que querem deixar suas “marcas” no local para provarem a outras que estiveram ali, chegando a pichar as rochas, inclusive nas pinturas rupestres.                                                                                          
           O Parque Estadual da Pedra da Boca conta com um potencial natural notável para o turismo, em especial o ecoturismo, porém, precisa-se que ações emergenciais sejam colocadas em prática, para assim poder compatibilizar a atividade ecoturística e a preservação da natureza, ambas pautadas no desenvolvimento sustentável, respeitando os limites que a natureza impõe na sua dinâmica natural.
   Para a concretização destes, é de fundamental importância desenvolver medidas que busquem manter e conservar o complexo rochoso da Pedra da Boca, tais como:Investir na implantação de uma infra-estrutura adequada, para que a relação turistas e conservação do ambiente sejam desenvolvidas de forma harmoniosa; Investir na formação de guias preparados para orientar e monitorar o fluxo turístico, ajudando na preservação do lugar; Promover cursos e treinamentos voltados para a preservação e manutenção do meio ambiente local; Desenvolver campanhas educativas em Educação Ambiental e Legislação Ambiental, conscientizando os visitantes, moradores locais e turistas no que se refere ao uso e manutenção da natureza e Desenvolver programas que insiram a comunidade local nas atividades do Parque.
____________________________________ 

¹Este texto é parte de pesquisa desenvolvida para fins acadêmicos, no âmbito do Grupo de Pesquisa TERRA - Grupo de Pesquisa Urbana, Rural e Ambiental, Departamento de Geo-História da Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.

 

Acesse outros artigos publicados pelo autor sobre o Parque Estadual da Pedra da Boca:

 

CAVALCANTE, Márcio Balbino ; MARIANO NETO, Belarmino . Reflexões sobre os impactos sócio-ambientais da atividade ecoturística no Parque Estadual da Pedra da Boca, Paraíba. Caminhos da Geografia (UFU. Online), v. 8, p. 46-55, 2007.

http://www.caminhosdegeografia.ig.ufu.br/include/getdoc.php?id=1187&article=430&mode=pdf 

 

CAVALCANTE, Márcio Balbino ; MARIANO NETO, Belarmino . Parque Estadual da Pedra da Boca/PB: um olhar sobre o planejamento do ecoturismo em unidades de conservação na Paraíba. OKARA:Geografia em Debate, v. 1, p. 62-78, 2007. 

http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/okara/article/view/1264 

 

CAVALCANTE, Márcio Balbino . Parque Estadual da Pedra da Boca/PB: um olhar sobre o planejamento do ecoturismo em Unidades de Conservação na Paraíba. Caderno Virtual de Turismo (UFRJ), v. 8, p. 69-80, 2008. 

www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/ojs/include/getdoc.php?id=874&article=283&mode=pdf 

 

CAVALCANTE, Márcio Balbino ; LIMA, Paulo José de . Proposta de Educação Ambiental nas atividades ecoturísticas no Parque Estadual da Pedra da Boca/PB. In: II Encontro Interdisciplinar de Ecoturismo em Unidades de Conservação (EcoUC) e do Congresso Nacional de Ecoturismo (CONECOTUR). Anais da EcoUC. Itatiaia : Phisys, 2007. p. 01-02. www.physis.org.br/ecouc/Resumos/Resumo186.pdf



Publicado por Profº Márcio Balbino Cavalcante às 03:15
Link do Artigo | Comentar | favorito

Visitantes ao Site
Artigos Publicados

Plano de Curso - Geografi...

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: DA ES...

RIO+20: DA FARSA ECOLÓGIC...

AQUECIMENTO GLOBAL: "TIRO...

Telescópio registra image...

Rio+20 deixa ação para pr...

ONU lança índice 'verde' ...

O desafio de garantir riq...

Desastres naturais matara...

“Não há desenvolvimento s...

"Rio+20 oxigenará debate ...

“A Rio+20 está atrasada. ...

5 de junho - Dia do Meio ...

Terremotos deixam mortos ...

UFRN registra aumento de ...

Quanta água existe na Ter...

Você sabe o que é um cont...

PONTO MAIS ORIENTAL DAS A...

Os terremotos quando a te...

"A GEOGRAFIA ESTÁ NA MODA...

22 de Março – Dia Mundial...

Paulo Freire e a reinvenç...

Do Código Florestal para ...

Para que serve a escola p...

A geografia da sociedade ...

MURO DE BERLIM: 20 ANOS D...

A GEOGRAFIA E A IMPORTÂNC...

Mais da metade do cerrado...

PANDEMIA DO LUCRO - A GRI...

Agricultura orgânica, por...

ALGUMAS PERGUNTAS E RESPO...

Temos realmente algo para...

Aquecimento Global - Opin...

Geógrafo defende renovaçã...

Charles Darwin e a origem...

A aula de campo: além dos...

Turismo no ambiente rural...

Praias brasileiras, paisa...

Uma Verdade Inconveniente...

A EDUCAÇÃO FRENTE ÀS NOVA...

Parque Estadual da Pedra ...

Bullying no ambiente esco...

NO ESCURINHO DA CLASSE - ...

A SOCIEDADE DE CONSUMO EM...

A GEOGRAFIA E SUA IMPORTÂ...

O CONCEITO DE PÓS-MODERNI...

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIME...

A PSICOLOGIA AMBIENTAL E ...

GLOBALIZAÇÃO A OLHO NÚ: I...

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: DA ES...

PESQUISE:
Enviar textos, monografias e artigos para publicação.
Loading...
Contador de visitas ao site
Sites
Contador de visitas grátis
Pesquisar neste Site
 
As minhas fotos
subscrever feeds
blogs SAPO