Profº MsC. MÁRCIO BALBINO CAVALCANTE. Geógrafo - UEPB; Mestre em Geografia - UFRN e Especialista em Ciências Ambientais - FIP. - Cidade: João Pessoa, Paraiba - Brasil E-mail: marcio-balbino@hotmail.com SEJA BEM VINDO !!!
Quinta-feira, 21 de Junho de 2012
Rio+20 deixa ação para preservar oceanos para 2014

O tema “oceanos” é geralmente deixado de lado nas negociações de meio ambiente, ofuscado por questões como mudanças climáticas ou desmatamento. Mas neste ano, na Rio+20, os líderes decidiram incluir os oceanos no texto final. O Blog do Planeta já mostrou como isso é importante: estamos transformando os mares em esgotos, e causando sérios danos à vida marinha.

O texto “O futuro que queremos”, que está sendo negociado pelos chefes de governo e Estado, tem um capítulo exclusivo para falar dos oceanos. Em vinte parágrafos, os países concordam que o atual estágio de poluição do mar é um problema. “Nós vemos com preocupação que a saúde dos oceanos e da biodiversidade está sendo afetada negativamente pela poluição marinha, especialmente plásticos, poluentes orgânicos persistentes, metais pesados e componentes a base de nitrogênio”, diz o texto.

O problema é que, no último momento, os países mudaram um dos parágrafos sobre a criação de um plano para a conservação de espécies em alto mar. Foi trocado a expressão “o quanto antes” por “em 2014″, atrasando em dois anos a implementação do plano. O texto também define que, até 2025, devem ser alcançadas “reduções significativas de poluição do mar para prevenir danos aos ambientes costal e marinho”.

As ONGs criticaram o texto, que chamaram de “fracasso colossal”. Segundo Greenpeace, o artigo modificado era “o único trecho sensato” do documento. Para a ONG High Seas Alliance, os culpados foram Estados Unidos, Canadá, Japão, Venezuela e Rússia, que teriam bloqueado comprometimentos mais fortes.

Mas nem tudo foi um fracasso para os oceanos. A Austrália, outro país que costuma ser acusado de bloquear as negociações, veio para o Rio com a proposta de criar a maior rede de reservas marinhas do mundo. Se o projeto australiano for aprovado no Congresso, o país terá uma área total de 3,1 milhões de km² de áreas marinhas protegidas. Segundo o governo australiano, espécies de tubarões, peixes e corais serão protegidas.

Fotos: Antonio Lacerda/EFE e Governo da Austrália/Divulgação

 

Fonte: Blog do Planeta



Publicado por Profº Márcio Balbino Cavalcante às 14:08
Link do Artigo | Comentar | favorito

Visitantes ao Site
Artigos Publicados

Plano de Curso - Geografi...

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: DA ES...

RIO+20: DA FARSA ECOLÓGIC...

AQUECIMENTO GLOBAL: "TIRO...

Telescópio registra image...

Rio+20 deixa ação para pr...

ONU lança índice 'verde' ...

O desafio de garantir riq...

Desastres naturais matara...

“Não há desenvolvimento s...

"Rio+20 oxigenará debate ...

“A Rio+20 está atrasada. ...

5 de junho - Dia do Meio ...

Terremotos deixam mortos ...

UFRN registra aumento de ...

Quanta água existe na Ter...

Você sabe o que é um cont...

PONTO MAIS ORIENTAL DAS A...

Os terremotos quando a te...

"A GEOGRAFIA ESTÁ NA MODA...

22 de Março – Dia Mundial...

Paulo Freire e a reinvenç...

Do Código Florestal para ...

Para que serve a escola p...

A geografia da sociedade ...

MURO DE BERLIM: 20 ANOS D...

A GEOGRAFIA E A IMPORTÂNC...

Mais da metade do cerrado...

PANDEMIA DO LUCRO - A GRI...

Agricultura orgânica, por...

ALGUMAS PERGUNTAS E RESPO...

Temos realmente algo para...

Aquecimento Global - Opin...

Geógrafo defende renovaçã...

Charles Darwin e a origem...

A aula de campo: além dos...

Turismo no ambiente rural...

Praias brasileiras, paisa...

Uma Verdade Inconveniente...

A EDUCAÇÃO FRENTE ÀS NOVA...

Parque Estadual da Pedra ...

Bullying no ambiente esco...

NO ESCURINHO DA CLASSE - ...

A SOCIEDADE DE CONSUMO EM...

A GEOGRAFIA E SUA IMPORTÂ...

O CONCEITO DE PÓS-MODERNI...

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIME...

A PSICOLOGIA AMBIENTAL E ...

GLOBALIZAÇÃO A OLHO NÚ: I...

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: DA ES...

PESQUISE:
Enviar textos, monografias e artigos para publicação.
Loading...
Contador de visitas ao site
Sites
Contador de visitas grátis
Pesquisar neste Site
 
As minhas fotos
subscrever feeds
blogs SAPO